O BRINCAR E AS NECESSIDADES ESPECIAIS NA ÚLTIMA DÉCADA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA

Autores

  • Renata Giuliani Endres UFRGS
  • Maúcha Sifuentes dos Sifuentes CESUCA

Resumo

As relações sociais com pares, por meio da brincadeira, mostra-se importante para o desenvolvimento da criança com necessidades especiais. O presente estudo buscou realizar um levantamento bibliográfico de pesquisas relacionadas à brincadeira e às necessidades especiais na última década. O método compreendeu a revisão sistemática da literatura, através do levantamento de pesquisas em bases de dados (Scielo, Lilacs e Banco de Teses CAPES), tendo como foco o perfil metodológico das mesmas. Os resultados evidenciaram ênfase em estudos empíricos, de cunho qualitativo, sendo o Espectro Autista o tipo de necessidades especiais mais investigado. A Fonoaudiologia mostrou-se a área de conhecimento com crescente interesse no tema. Concluiu-se que o aprofundamento desses conceitos é relevante para a qualificação de intervenções com este público.

Biografia do Autor

Renata Giuliani Endres, UFRGS

Doutoranda em Psicologia (UFRGS).

Maúcha Sifuentes dos Sifuentes, CESUCA

Docente do curso de Psicologia CESUCA- Faculdade Inedi. Doutora em Psicologia.

Downloads

Publicado

2014-08-22

Edição

Seção

Artigos