A importância da Terapia Comunitária como uma ferramenta de promoção à saúde mental

um relato de experiência

Autores

  • Larissa Peres Pereira
  • Loiva dos Santos Leite

Palavras-chave:

Terapia Comunitária; Estágio Básico em Psicologia; Participação da Comunidade

Resumo

A Terapia Comunitária (TC) é um instrumento de cuidado que através dos vínculos no grupo previne o adoecimento psíquico. O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) é um serviço de saúde pertencente ao Sistema Único de Saúde (SUS), que proporciona atendimentos em comunidade e de acesso a todos, com o objetivo de manter o indivíduo inserido na comunidade. Por meio de uma observação no CAPS II, objetivou-se com este artigo relatar a experiência com a observação da Roda de Terapia Comunitária, destacando a importância dessa prática para a promoção da saúde mental. Participaram 15 mulheres e foi observado o trabalho realizado pela psicóloga que atua como facilitadora do grupo. A Roda de TC transcorreu por uma hora e trinta minutos sobre o tema definido pelos participantes, que desenvolveu-se em cinco etapas: acolhimento, escolha do tema, contextualização, problematização e rituais de agregação e conotação positiva (encerramento). Durante o processo de escolha do tema, três participantes renunciaram a seus temas para dar espaço a uma nova integrante. Os resultados obtidos demonstram a eficácia da Terapia Comunitária para a promoção da saúde mental e destacam a importância dessa ferramenta dentro das comunidades para a criação de uma rede de apoio às comunidades mais carentes e para trabalhar a sensação de pertencimento. Concluiu-se que existe uma necessidade por busca de novas técnicas e profissionais capacitados para a manutenção dos serviços de saúde pública. Ademais, um destaque para a relevância de profissionais que compreendam a condição humana e que buscam ser empáticos antes da aplicação de qualquer técnica, o acolhimento diante de uma situação de sofrimento é de suma importância.

Downloads

Publicado

2024-03-22