Conhecimento de pais e responsáveis sobre os primeiros molares permanentes em escolares

revisão de literatura

Autores

  • Fernanda Marques Oliveira
  • Gabriel Ferreira Nicoloso
  • Cleber Paradzinski Cavalheiro

Palavras-chave:

Erupção dentária; Conhecimento; Primeiro molar

Resumo

O primeiro molar permanente é fundamental para uma correta harmonia oclusal. A irrupção deste dente na cavidade bucal acontece, na maioria dos casos, de forma assintomática e sem que nenhum dente decíduo tenha esfoliado. Sua erupção caracteriza o início da dentição mista. Em função de suas particularidades anatômicas, como a presença de sulcos, fóssulas e fissuras bem visíveis, esses dentes apresentam alto risco para cárie dentária. A presente revisão de literatura teve como objetivo compilar e discutir acerca dos dados sobre o conhecimento de pais e responsáveis sobre os primeiros molares permanentes em escolares, bem como, enfatizar a necessidade de cuidados com esses dentes. Para isso, uma pesquisa bibliográfica foi realizada nas bases de dados PubMed/MEDLINE e Google Acadêmico, sem restrição de ano de publicação e idioma entre os meses de maio e setembro de 2023. Os descritores utilizados foram “primeiro molar permanente”, “erupção”, “conhecimento”, “pais”, “responsáveis” e “escolares”. A literatura disponível evidencia a falta de conhecimento da maior parte de pais e/ou responsáveis de escolares acerca dos primeiros molares permanentes. Além disso, é relatado que a maioria da população desconhece qual é o primeiro dente permanente a irromper na cavidade bucal de um indivíduo e acreditam ser necessário que um dente decíduo esfolie para que o primeiro molar permanente possa irromper. Tais resultados expõem os desafios da Odontologia em atuar educativamente, afim de promover saúde, uma vez que há um alto índice de perda do primeiro molar permanente na população brasileira. Em conclusão, é necessário que pais e responsáveis de escolares receberam as devidas orientações em relação a erupção dentária, demandando uma atenção aos primeiros molares permanentes, tendo em vista o momento que este dente irrompe na cavidade bucal e a idade da criança. A negligencia em relação aos cuidados com este dente pode comprometer a oclusão e o equilíbrio do sistema estomatognático, podendo resultar em desconforto, dor e a perda do elemento dentário ainda durante a infância.

Downloads

Publicado

2024-03-22