Introdução alimentar

desafios na recomendação e aderência a novas tendências por profissionais de saúde

Autores

  • Thayná Rodrigues Caferati
  • Chaline Caren Coghetto
  • Carolina Böettge Rosa

Palavras-chave:

Alimentação complementar; BLW; Desmame

Resumo

A introdução alimentar é recomendada a partir dos 6 meses de idade, quando o bebê começa a ter suas primeiras experiências alimentares e construir sua relação com os alimentos e a comida. Uma abordagem cada vez mais popular em todo o mundo é conhecida como Baby-Led Weaning (BLW). Nesse método, o bebê desempenha um papel ativo durante as refeições, explorando e consumindo alimentos sólidos em vez de depender de alimentos esmagados, vivenciando e conhecendo o alimento por inteiro, suas texturas, sabores e cores. Na prática do BLW, a criança assume o controle de sua alimentação, embora a presença de cuidadores seja fundamental. OBJETIVO: Analisar o conhecimento dos profissionais de saúde sobre o método BLW através de uma revisão integrativa e conhecer suas dificuldades para recomendar a metodologia. MÉTODO: Trata-se de uma revisão integrativa de estudos que investigaram o conhecimento e a recomendação de profissionais da saúde sobre o método de desmame guiado pelo bebê (BLW). Os artigos foram pesquisados em duas bases de dados: National Library Of Medicine National Institutes Of Health (Medline/PubMed) e La Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) via Biblioteca Virtual de Saúde (BVS). RESULTADOS: Foram encontrados 112 artigos, dos quais 100 foram provenientes do Medline/PubMed e 12 da LILACS. Cinco artigos atenderam os critérios de elegibilidade, além destes, um artigo foi incluído a partir da literatura cinzenta, totalizando 6 artigos. Diversos benefícios são citados principalmente revelando a capacidade de autorregulação, o desenvolvimento motor e afetivo da criança aprimorados. Além disso, os profissionais expressaram preocupações em relação à experiência nutricional do BLW, especialmente em relação à ingestão adequada de nutrientes como o ferro. A adesão ao BLW é baixa, principalmente devido à falta de experiência prática dos profissionais de saúde, à falta de embasamento científico do método em longo prazo e o receio envolvendo questões nutricionais do BLW e a sua aplicação. CONCLUSÃO: Embora haja poucas evidências diretas para apoiar o BLW, é importante que os profissionais de saúde estejam preparados para discutir diferentes metodologias com os pais, considerando a realidade da família, sendo necessário buscar informações atualizadas e esclarecimentos para atender às demandas dos pais e responsáveis em relação à introdução de alimentos na infância.

Downloads

Publicado

2024-03-22