O impacto da pandemia de covid-19 no estado nutricional de crianças em idade pré escolar

Autores

  • Josiéle Brasil dos Santos Nunes
  • Chaline Caren Coghetto
  • Carolina Böettge Rosa

Palavras-chave:

Estado nutricional; Pandemia; COVID-19; Estudantes; Pré-escolar; Segurança Alimentar; Impacto nutricional.

Resumo

A pandemia de Covid-19 teve um impacto significativo em todo o mundo, afetando diversos aspectos da vida cotidiana, incluindo a alimentação e nutrição das crianças em idade pré-escolar. O objetivo deste estudo foi analisar o impacto da pandemia no estado nutricional de crianças pré-escolares num município da região sul do Brasil, utilizando dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN). Trata-se de um estudo descritivo que utilizou dados do SISVAN para avaliar o estado nutricional de crianças em idade pré-escolar (2 a 5 anos) do município de Gravataí-RS, antes (2019) e após (2022) a pandemia de Covid-19. Os dados coletados foram: idade, sexo, peso para a idade (P/I), peso para a estatura (P/E), estatura para idade (E/I). Em 2019, foram avaliadas 688 crianças (média de idade de 3,49±1,07 anos; 54,4% do sexo masculino). Em 2022, foram avaliadas 895 crianças (média de idade de 3,57±1,04 anos; 53,5% do sexo masculino). A maioria das crianças apresentou medidas adequadas de E/I e P/I em ambos os períodos. No entanto, em 2022, o sexo feminino apresentou associação positiva com peso elevado para idade. Quanto ao P/E, a maioria das crianças foi classificada como eutrófica, mas houve prevalência de risco de sobrepeso em ambos os períodos. Os resultados ressaltam a importância contínua de monitorar e abordar a saúde nutricional das crianças para prevenir desequilíbrios e promover um crescimento saudável.

Downloads

Publicado

2024-03-22