Proposta de controle tributário para empresas unipessoal de representação comercial tributada pelo Simples Nacional

Fator “R”

Autores

  • Greicielly Guterres Ramos
  • Vinicius Abreu de Souza
  • Filipe Martins da Silva

Palavras-chave:

Folha de Pagamento, Faturamento, Fator “R”, Simples Nacional.

Resumo

O artigo elaborado aborda a Implicação do Controle Tributário e Financeiro através da aplicação do Fator R pelas empresas Unipessoal. Mas para isso se faz necessário compreender alguns conceitos relevantes, como Sistema Tributário Nacional, Simples Nacional com seus anexos e faixas de aplicação, Folha de Pagamento, Encargos Sociais e Faturamento. Nosso Sistema Tributário Nacional é composto por três tipos de regime tributário, um deles é o Simples Nacional, que será abordado neste estudo, pois é nele que está previsto a aplicação do Fator R. O Simples Nacional é composto por anexos e estes por sua vez possuem faixas. Sendo que o Fator R está previsto no Anexo III e V do Simples Nacional, o qual é definido mediante cálculos que envolvem a folha de pagamento, encargos sociais e faturamento dos últimos dozes meses. Com base no exposto foi definido o seguinte objetivo geral: identificar o impacto financeiro da falta de controle quando se aplica o Fator R. A classificação quanto ao objetivo é descritiva, quanto a abordagem é qualitativa e ela é uma pesquisa documental. O presente estudo visa desenvolver uma planilha de Controle efetiva, que contenha dados primordiais para gerar uma análise mais precisa que seja capaz de minimizar os erros e logo as retificações das obrigações, reduzindo os custos com juros e multas que se tem quando se recalcula impostos a pagar e o retrabalho do Contador.

Downloads

Publicado

2024-03-22