A atuação da fisioterapia na prevenção de quedas em idosos

uma revisão da literatura

Autores

  • Shayane Reis de Carvalho
  • Larissa Ramos Roxo

Resumo

As quedas estão agregadas à fragilidade e à mortalidade de adultos mais velhos. Este estudo de revisão integrativa teve como objetivo identificar e trazer recursos da atuação da fisioterapêutica na prevenção de quedas em idosos. Foi realizado uma busca nas bases de dados MEDLINE (acessada pelo PubMed), LILACS e BIREME nos anos de 2013-2023, com os descritores em inglês: “Idosos”, “Fisioterapia”,Prevenção de quedas”. Foram identificados 492 estudos e, após a execução de critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados 8 estudos no qual fez parte da revisão final. Todos os estudos incluídos foram avaliados na amostra adultos mais velhos a partir de 60 anos de idade. No resultado final, os artigos indicam que os treinamentos de equilíbrio são capazes de diminuir o risco de quedas, o que ficou bem claro em sete artigos avaliados. Entre as principais intervenções de cada programa de exercícios, houve um predomínio entre exercícios de equilíbrio e exercícios de força muscular de membros inferiores, além de treinamento de dupla tarefa e propriocepção. Concluímos que realizar exercícios de equilíbrio e exercícios de força, além das outras intervenções fisioterapêuticas, no mínimo, três sessões por semana em média, de 8 semanas a 12 semanas, mostraram efeitos benéficos na redução e prevenção de caídas em idosos. Porém se faz necessário que os estudos apresentem mais distintos em alguns pontos metodológicos que possam permitir a sua formação e comparação dos resultados.

Downloads

Publicado

2024-03-22