Cuidados de enfermagem ao individuo com Diabetes Tipo I associada a transtorno alimentar

revisão de literatura

Autores

  • Ariane Linck Santana
  • Lohana Murussi Castilhos
  • Nathalia Machado da Silva
  • Dayane de Aguiar Cicolella
  • Márcia Dornelles Machado Mariot

Palavras-chave:

Transtorno Alimentar, Enfermagem, Diabetes Mellitus Tipo 1

Resumo

A equipe de enfermagem é fundamental no manejo e cuidados com pacientes portadores de diabetes mellitus tipo I associado a TA, pois seu tratamento é complexo, e vai desde o aprendizado para administração e auto aplicação de doses de insulina, até saber como manejar episódios de hiperglicemias e hipoglicemias. A adesão do paciente ao tratamento é fundamental, são muitos desafios mediante as particularidades de cada indivíduo, o tratamento deve ser executado de maneira planejada, com metas e foco na mudança de hábitos de vida, para que evite diversas complicações que a doença pode ocasionar. Objetivo: Identificar na literatura científica o papel do enfermeiro no cuidado, identificação de sinais e sintomas e intervenções necessárias no tratamento de pacientes com Diabetes Mellitus tipo I associada a transtornos alimentares. Método: Trata-se de uma revisão da literatura desenvolvida a partir da pergunta norteadora: Qual o papel da enfermagem no processo de cuidado, identificação precoce de sinais e sintomas, e intervenções necessárias no tratamento de pacientes com Diabetes Mellitus tipo I associada a transtornos alimentares? Neste estudo foram incluídos materiais científicos publicados no período de 01 de janeiro de 2017 a 03 de junho de 2021, gratuitos, nos idiomas português, inglês e espanhol, disponíveis na íntegra nas bases de dados da Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Scientific Electronic Livrary Online (SCIELO), Banco de Dados em Enfermagem (BDENF), Sistema Online de Busca e Análise de Literatura Médica da Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos da América (MEDLINE) e Google Acadêmico. Os critérios de exclusão foram materiais pagos e não disponíveis na íntegra. Resultados e discussão: Nesta revisão foram selecionados 10 estudos que responderam à questão norteadora. Na análise dos estudos observamos que o cuidado de enfermagem se estende em todas as etapas do tratamento, desde o diagnóstico, orientações, identificação precoce de transtornos mentais, transtornos relacionados à alimentação, prevenção e intervenções de complicações comuns do diabetes. Conclusão: Esta revisão permitiu ampliar os conhecimentos sobre os cuidados da equipe de enfermagem voltados à pacientes portadores de diabetes tipo 1 associado a transtorno alimentar.

Downloads

Publicado

2024-03-22