Relação entre a maloclusão dentária e a mordida aberta anterior causadas pelo hábito de sucção não nutritiva

relato de caso

Autores

  • Francesca Coradini ROSSO Centro Universitário Cesuca
  • Priscila STONA Centro Universitário Cesuca

Resumo

A maloclusão é considerada um problema de saúde pública em função da sua alta prevalência e possibilidade de prevenção e tratamento. A mordida aberta anterior (MAA) é uma das maloclusões mais prevalente na infância. Caracteriza-se por um trespasse vertical negativo entre os dentes anteriores enquanto os dentes posteriores estão em oclusão sendo causada principalmente por hábitos de sucção não nutritiva. Nesse contexto, o presente trabalho tem por objetivo apresentar o relato de caso de uma menina de 2 anos e 3 meses que compareceu ao consultório odontológico para realizar sua primeira consulta e foi diagnosticada mordida aberta anterior por uso de chupeta. Entre as orientações passadas durante a primeira consulta foi explicado aos pais sobre a MAA e a importância da remoção do hábito de sucção não nutritiva (chupeta) da criança. A menina também recebeu orientações de forma lúdica sobre a maloclusão e retirada da chupeta. Após nove meses, a paciente retornou relatando que havia interrompido o hábito logo depois da primeira consulta e observou-se fechamento total da mordida. Os hábitos de sucção não nutritiva podem acarretar alterações dentárias, de oclusão, óssea, da musculatura orofacial, e até mesmo da fala pela interposição da língua no espaço entre os dentes. Existe associação entre o uso da chupeta com maloclusão nos dentes decíduos, e caso a mesma não seja corrigida, certamente a maloclusão se perpetuará na dentição permanente. Estudos demonstram também associação entre overjet aumentado, que pode ocorrer nas MAA e maior risco de traumatismo alvéolo dentário. Os dentes mais atingidos por lesões traumáticas são os incisivos superiores. Neste sentido, orientação à família sobre maloclusões infantis e sua prevenção torna-se importante. No presente caso, conclui-se que a remoção do hábito de sucção não nutritiva por chupeta aos 2 anos e 3 meses de idade foi capaz de reverter totalmente a mordida aberta anterior, reestabelecendo função e estética dentária, prevenindo traumatismo e maloclusão na dentição decídua e favorecendo adequado crescimento e desenvolvimento orofacial. 

Downloads

Publicado

2021-12-03