Chimarrão e o risco de carcinoma epidermóide de esôfago pelo uso da água em alta temperatura

Autores

  • Maria Eduarda dos Santos OLIVEIRA Centro Universitário Cesuca
  • Lucia Fabiane da Silva LUZ Centro Universitário Cesuca

Resumo

O uso de mate, ou chimarrão, como também é conhecida esta bebida, ingerido com água em alta temperatura, feita com folhas secas e picadas de Ilex paraguayensis, tem sido implicada como possível causa de câncer esofágico (CE) na América do Sul, onde elevadas taxas de incidência são observadas numa área que inclui o sul do Brasil, Uruguai e nordeste da Argentina. A população mais antiga dessa região, a indígena, transmitiu o hábito de beber mate aos colonizadores da região por volta do século XVI, que o modificaram, passando a utilizar água quente, costume que, por sua vez, transmitiram aos seus descendentes e aos imigrantes que hoje ocupam a região. O mate é bebido através de um tubo metálico (bomba) que traz o líquido quente diretamente à parte posterior da língua e orofaringe, de onde é prontamente deglutido. Sabe-se que o CE surge com as alterações da mucosa gástrica, que sob ação de vários fatores, adquire um fenótipo progressivamente regressivo, com substituição das células normais por aquelas que existem naturalmente no intestino (delgado e, posteriormente, grosso), no sentido inverso ao que ocorre durante o desenvolvimento fetal. Esse processo de transmutação da mucosa gástrica, em parte conhecido, ocorre a longo prazo e sugere que os fatores de risco para CE atuam desde a mais tenra idade e por muito tempo. Grande parte dos casos de câncer estão relacionados aos fatores ambientais, entre os quais pode-se citar o estilo e hábitos de vida e o consumo de alguns alimentos e bebidas, como o chimarrão. O consumo dessa bebida em elevadas quantidades e em temperatura superior a 60ºC, pode potencializar o efeito de carcinógenos em contato com a mucosa esofágica, é capaz de elevar a temperatura intra-esofágica em pelo menos 5ºC. Objetivo: buscar na literatura científica evidências sobre a associação entre o chimarrão com o uso da água em alta temperatura e o câncer esofágico. Metodologia: a pesquisa foi de artigos científicos dos últimos 10 anos, na base de dados da Scielo, Google Scholar e BDENF, através das palavras-chaves: Neoplasia Gástrica, água em alta temperatura, chimarrão e mate. Foram incluídos os artigos no idioma português, na íntegra e gratuito e com publicação partir de 2011. Foram excluídos Trabalhos de Conclusão de Curso, manuais, livros. Resultado esperado: Espera-se mais estudos abordando essa associação entre chimarrão com alta temperatura e câncer de esôfago, visto que essa patologia atinge pelo menos a metade da população brasileira de acordo com dados do IBGE. Conclusão:  Qualquer forma de prevenção ao desenvolvimento do câncer causa um grande impacto na saúde da população. Foi concluído   que poucos artigos abordam essa associação em que, o Chimarrão, ingerido em alta temperatura pode se tornar um risco para o desenvolvimento de CE, sendo assim já uma pré-disposição.  

Downloads

Publicado

2021-12-03