Do descarte consciente de lixo eletrônico à inclusão digital

ações do projeto Metamorfose Digital

Autores

  • Vinícius Santana RIBEIRO Centro Universitário Cesuca
  • Leonardo de Camargo FALCOSKI Centro Universitário Cesuca
  • Jonas Gabriel Castilhos MACHADO Centro Universitário Cesuca
  • Katlem Rodrigues PEREIRA Centro Universitário Cesuca
  • Marcia de Borba CAMPOS Centro Universitário Cesuca

Resumo

O lixo eletrônico, também denominado de e-lixo, se refere a resíduos de equipamento eletroeletrônico ou resíduos eletrônicos. Os termos se referem a produtos elétricos ou eletrônicos que são descartados por não terem mais utilidade, por estarem danificados ou sem funcionar. São exemplos de e-lixo: grandes equipamentos, pequenos equipamentos, equipamentos de informática, pilhas e baterias, que, se forem manuseados e tratados incorretamente trazem um alto nível de impacto negativo para o meio ambiente e, consequentemente, para a saúde humana. Isso ocorre porque esses equipamentos possuem diversos componentes tóxicos em suas estruturas. Além disso, por conterem materiais valiosos e metais úteis para fabricação de outros eletrônicos, muitas vezes são recolhidos por quem não tem preparo e conhecimento para tal, sofrendo risco de exposição a substâncias nocivas, incluindo chumbo, mercúrio e níquel. Outros impactos negativos à saúde humana associados ao lixo eletrônico incluem alterações na função pulmonar, efeitos respiratórios, e aumento do risco de algumas doenças, como câncer e doenças cardiovasculares. Com a popularização da telefonia móvel e da computação pessoal, a geração de lixo eletrônico tem aumentado tanto porque muitas vezes comprar um aparelho novo é mais simples do que consertá-lo, como também pelo estímulo da chamada obsolescência programada, método praticado pelos fabricantes para estimular a compra de novos produtos, mesmo em substituição aos que estão em condições de funcionamento. Para o descarte correto e não provocar a contaminação e poluição do meio ambiente, o correto é fazer o descarte de lixo eletrônico em locais apropriados como, por exemplo, localizar e comunicar empresas, projetos e cooperativas que atuam na área dos lixos eletrônicos. O projeto “Metamorfose Digital” do Centro Universitário CESUCA se soma às iniciativas de conscientização ambiental, de descarte consciente do lixo eletrônico e de inclusão social ao receber computadores, tablets e smartphones, em funcionamento ou que precisem de reparo. Os responsáveis pelo projeto são alunos e professores do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, que realizam a limpeza dos dados, montagem e manutenção dos produtos eletrônicos bem como instalação de softwares e aplicativos gratuitos. Após a coleta e manutenção, os equipamentos são doados à comunidade carente de Cachoeirinha, RS. O projeto permitiu que os alunos construíssem conhecimento e refletissem sobre as questões apresentadas bem como planejassem e executassem ações de conscientização, que partem de um pequeno grupo, para a comunidade Cesuca, para o entorno da instituição, para a cidade. Um projeto que depende de todos e que, em uma segunda etapa, prevê ações de inclusão digital. 

Downloads

Publicado

2021-12-02

Edição

Seção

RESUMO ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS/CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO