A ação do pedagogo em espaços não-escolares

participação na construção do Projeto Político Pedagógico

Autores

  • Elen Karine Schweig SOUZA Centro Universitário Cesuca
  • Gabriele Bonotto SILVA Centro Universitário Cesuca

Resumo

Com o objetivo de aprofundar a práxis pedagógica, relacionando cada vez mais a teoria e a prática nos cursos de licenciatura, este artigo apresenta um recorte do relatório da disciplina de Prática Interdisciplinar IV: espaços não escolares, do curso de Pedagogia da Faculdade Cesuca. Esta disciplina conta com doze horas de observação, distribuídas em três dias de visitação em uma Secretaria Municipal de Educação, mais precisamente no setor pedagógico. Para dar início a pesquisa realizou-se um referencial teórico sobre Educação não formal, Educador social, Pedagogias do Século XXI e sobre Projeto Político Pedagógico, com o objetivo de identificar e se aprofundar nos principais conceitos e características que integram e fazem parte de uma Pedagogia não-escolar. Os principais autores estudados para a fomentação do trabalho foram: Carbonel (2016) e Vasconcelos (1999). Estes autores salientam a relevância da Pedagogia e a ação do pedagogo em espaços não-escolares e em uma educação não formal. Para apresentar a comissão de Projetos Políticos Pedagógicos – PPP e Regimentos da Secretaria de Educação, utilizou-se a Resolução n° 21 de 2013. O artigo está pautado na pesquisa qualitativa. Para a coleta de dados, utilizou-se a entrevista e a observação, com o objetivo de ter mais de uma perspectiva sobre o objeto de estudo. Depois do período de observação e entrevistas emergiu o seguinte problema de pesquisa: qual o diferencial causado pela ação do pedagogo no momento da orientação para a construção do PPP e também para a sua correção? Para a análise, realizou-se a triangulação dos dados, trazendo trechos das falas dos entrevistados que corroboraram com as observações realizadas e com o arcabouço teórico proposto.

Downloads

Publicado

2021-12-03