Acolhimento de adolescentes em vulnerabilidade social

um estudo de caso

Autores

  • Leonardo Jaques GEWEHR Centro Universitário Cesuca
  • Loiva dos Santos LEITE Centro Universitário Cesuca

Resumo

O presente artigo tem como propósito descrever e interpretar o progresso e os resultados de um estudo de caso realizado a partir de acolhimentos psicoterápicos de viés sistêmico no âmbito social-comunitário. O estudo ocorreu durante a realização de um estágio profissional supervisionado de Psicologia na área da Assistência Social. O espaço em que se transcorreram os atendimentos se deu em um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) da Região Metropolitana de Porto Alegre, em parceria com o Núcleo Comunitário do Serviço-Escola de Psicologia de uma Instituição de Ensino Superior do mesmo município. Para compor esse estudo, foram avaliados cerca de oito atendimentos individuais com uma adolescente de quatorze anos em situação de vulnerabilidade social. Conforme o andamento das sessões, a jovem expôs demandas relacionadas a questões pessoais, conflitos familiares, pobreza, problemas na escola e orientação vocacional. As intervenções ocorreram por meio de entrevistas semiestruturadas e atividades lúdicas, como a construção de uma Linha do Tempo, com a finalidade de promover uma jornada de autoconhecimento e fortalecimento dos seus vínculos familiares e comunitários. Consequentemente, percebe-se que a menina encontrou no acolhimento comunitário um espaço acolhedor e sigiloso, fora do conflituoso âmbito familiar, para desenvolver as suas habilidades, independência e autonomia.

Downloads

Publicado

2021-12-03