DO LICEU À BAT-CAVERNA. BATMAN UM SUPER-HERÓI ARISTOTÉLICO

Autores

  • Gelson Vanderlei Weschenfelder Cesuca Faculdade Inedi

Resumo

Um dos ícones da cultura pop da atualidade é o ressurgimento das aventuras dos super-heróis dos quadrinhos, as quais não trazem apenas entretenimento aos nossos olhos. Tais histórias abordam questões enfrentadas por todo ser humano comum. Questões como justiça, moral, ética e tantas outras. Estas questões são temas usados nas discussões filosóficas de muitos filósofos durante anos. Um dos grandes personagens das histórias em quadrinhos de super-aventuras, Batman, traz em seu enredo, tramas com várias questões filosóficas. Tais questões encontramos na filosofia do filósofo grego Aristóteles, principalmente em sua obra ‘Ética a Nicômaco’. Batman é um personagem sem super-poderes, porém treina seu corpo e alma para combater o crime em sua cidade. Este ‘treinar’, é para Aristóteles, uma das características para chegar à virtude, pois segundo ele, somente com treinamento poderíamos chegar ao hábito, o hábito de fazer as coisas certas.

Biografia do Autor

Gelson Vanderlei Weschenfelder, Cesuca Faculdade Inedi

Graduado em Filosofia Unisinos

Mestre em Educação Unilasalle

PEC PPG FACED/UFRGS

Downloads

Publicado

2015-08-07