(RE)SIGNIFICANDO A ESCOLA COMO ESPAÇO DE FORMAÇÃO A PARTIR DE EXPERIÊNCIAS DOCENTES

Autores

  • Mari Margarete dos Santos Forster UNISINOS
  • João Paulo Barros Silva UNISINOS
  • Ancila Dall’Onder Zat Faculdade Tecnológica da Serra Gaúcha - FTSG

Resumo

Este trabalho apresenta uma reflexão sobre a formação continuada de professores, examinada a partir de relatos de experiências vividas no cotidiano escolar por professores de escolas municipais do interior do Rio Grande do Sul. Tendo em vista isso, com base nas análises das experiências relatadas, o texto procura examinar o quanto essas têm caráter inovador, provocando rupturas na forma de conceber os conhecimentos, na compreensão da relação teoria/prática, no protagonismo de professores e alunos, na forma de mediar conhecimentos, relações, conflitos. Dentro desse quadro alguns resultados já podem ser apontados: a) a escola apresenta-se como espaço privilegiado de formação; b) o processo de registro de ações educativas é um momento de sistematização, de formação e de reflexão; c) dar voz ao professor e ouvi-lo, permite fazê-lo consciente dos saberes produzidos. Conclui-se que o processo de refletir/registrar sobre o vivido impulsiona o sujeito a autorizar-se como produtor de suas próprias aprendizagens/conhecimento/saberes.

Biografia do Autor

Mari Margarete dos Santos Forster, UNISINOS

Educação

João Paulo Barros Silva, UNISINOS

Educação

Ancila Dall’Onder Zat, Faculdade Tecnológica da Serra Gaúcha - FTSG

Educação

Downloads

Publicado

2013-10-24