A EDUCAÇÃO POPULAR COMO ALTERNATIVA DE ENFRENTAMENTO AO BULLYING

Autores

  • Luis Carlos Borges dos Santos Faculdade Porto Alegrense - FAPA

Resumo

Este trabalho parte de observações feitas em um espaço de educação social, localizado na Vila Farrapos, na periferia urbana de Porto Alegre,  durante o mês de Setembro de 2012, especificamente entre os dias 03 a 14. Tem por princípio atender crianças e adolescentes em contexto de vulnerabilidade social com ações socioeducativas, como ex,  Oficinas de cidadania. Aborda o bullying como um problema social crescente nos estabelecimentos de ensino; neste caso, é visto como objeto de análise a Educação Social. Nosso objetivo é refletir como o bullying se desenvolve no ambiente da educação social, bem como identificar as formas e as consequências dessa prática neste ambiente educacional. As observações dirigiram-se às metodologias da educação popular como alternativa de enfrentamento ao bullying. Para registro foi utilizado diário de campo e entrevistas individuais com alguns diálogos, focando as falas de sujeitos mais representativos do que se pretendeu observar. As entrevistas buscaram fortalecer a pesquisa empírica, uma vez que o foco das observações são as metodologias apresentadas pelos educadores para o enfrentamento. O trabalho pretende apresentar a Educação Popular como alternativa de mudança.

Palavras-chaves: Educação Popular, Bullying, Crianças e Adolescentes.

Biografia do Autor

Luis Carlos Borges dos Santos, Faculdade Porto Alegrense - FAPA

Formado em História e Pós-Graduando em Educação Popular e Movimentos Sociais

Downloads

Publicado

2014-01-30