4. A RAZÃO PÚBLICA EM ANTÍGONA DE SÓFOCLES

Autores

  • Guilherme de Oliveira FELDENS CESUCA - FACULDADE INEDI, RS, BR

DOI:

https://doi.org/10.17793/rdd.v5i8.872

Resumo

O presente artigo, através do diálogo entre Hêmon e Creonte travado ao final da tragédia Antígona, objetiva ressaltar a importância da defesa de um debate público nos moldes propostos pela filosofia moderna e pós-moderna, salientando esse ponto como a principal lição extraída da obra de Sófocles. Assim, pretende-se demonstrar que Antígona é uma tragédia que traz como principal conflito a questão da legitimidade do poder político. 

Publicado

2015-09-19