3. SOBRE DIREITOS E A HUMANIDADE DO DIREITO N’O MERCADOR DE VENEZA

Autores

  • Renato SELAYARAM CESUCA

DOI:

https://doi.org/10.17793/rdd.v3i5.551

Palavras-chave:

Direito, contrato, moral, literatura.

Resumo

Resumo: O artigo procura analisar os aspectos jurídicos da clássica obra de Shakespeare e a complexa relação entre seus personagens. A influência do direito e da moral, vislumbrando suas diferentes nuances, especialmente Shylock - um dos personagens mais atraentes do teatro de todos os tempos.

Referências

ALMEIDA, Guilherme de Assis. Direitos humanos e não-violência. São Paulo: Atlas, 2001.

ARÉCHAGA, Eduardo Jimenez; FERRAND, Martín Risso. Introducción al derecho. Montevideo: Fundación de Cultura Universitária, 2007.

ARISTÓTELES. Política. Tradutor: Nestor Silveira Chaves. São Paulo: Saraiva, 2010.

BOBBIO, N.; PASQUINO, G.; MATTEUCI, N. Dicionário de política. 7ª ed. Brasília: UNB, 1995.

CAMPAGNANO, Anna Rosa. Judeus de Livorno: sua língua, memória e história. São Paulo: Humanitas, 2007.

SHAKESPEARE, William. O mercador de Veneza. Trad. de F. Carlos de Almeida Cunha e Oscar Mendes. São Paulo: Abril S.A. Cultural e Industrial, 1979.

Downloads

Publicado

2013-12-30