FAMÍLIA: CACHORRO, GATO, GALINHA... E DEPENDENTE QUÍMICO!

  • Caroline Teixeira CESUCA

Resumo

A terapia familiar na inserção do dependente químico nasociedade tem ajudado positivamente na recuperação destedependente, deixandoadesão ao tratamento e também para o recomeço do convívio nasociedade. Este artigo primportância da terapia familiar na reinserção do dependente químico no convívio com a família? O objetivo do estudo foiidentificar a importância da terapia familiar na recuperaçãodo dependente químico; compreender os fatores que contribuempara a predisposição à dependência química no indivíduo; everificar a eficácia da terapia familiar no convívio com odependente. O método utilizado para a pesquisa foi indutivo,através de pesquisa bibliográfica. Um dos principaisresultados encontrados mostrou que a terapia familiar éfundamental para o tratamento do dependente químico passandopara ele a segurança de que não está sozinho nesta luta edando o impulso necessário para a adesão ao tratamento.
Publicado
2012-08-21
Como Citar
TEIXEIRA, Caroline. FAMÍLIA: CACHORRO, GATO, GALINHA... E DEPENDENTE QUÍMICO!. SAÚDE MENTAL EM FOCO DO CESUCA - ISSN 2316-3674, [S.l.], v. 1, n. 1, ago. 2012. ISSN 2316-3674. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/saudementalemfoco/article/view/13>. Acesso em: 19 set. 2020.
Seção
Artigos