2. As nuances da violência obstétrica na assistência ao parto e nascimento

uma revisão integrativa

  • Nila Maria Santos RODRIGUES Cesuca- Faculdade Inedi
  • Márcia Dornelles Machado MARIOT Cesuca- Faculdade Inedi
  • Dayane de Aguiar CICOLELLA Cesuca- Faculdade Inedi

Resumo

Objetivo: Analisar quais são os tipos de violências obstétricas presentes na assistência as gestantes durante o trabalho de parto e nascimento. Metodologia: Trata-se de uma Revisão Integrativa (RI), realizada segundo COOPER, através da busca de artigos nas bases de dados: BDENF, Lilacs e SciELO. Os descritores utilizados foram: “Assistência ao Parto, “Parto Humanizado”, “Saúde da Mulher” e “Violência Obstétrica”. Foram incluídos no estudo os artigos que responderam a questão norteadora e que foram publicados entre os anos 2011 a 2017. A busca resultou na inclusão de 11 artigos sobre a temática estudada. Os dados foram analisados com o auxílio de um quadro sinóptico. Os aspectos éticos foram respeitados, as ideias, conceitos e definições dos autores foram citados conforme as NBR nº 6023/2002. Resultados: Os artigos incluídos no presente estudo descrevem uma série de práticas assistenciais não recomendadas pela OMS e MS, prevalência da hegemonia médica durante a assistência, transgressão da lei do acompanhante e a ocorrência de violência física e verbal à gestante em trabalho de parto. Considerações finais: Os artigos avaliados apontam que as boas práticas de assistência, recomendadas pelo MS, não estão sendo seguidas por muitas instituições que prestam atendimento ao binômio mãe bebê, pois segundo relato das pacientes e dos profissionais de saúde, ainda existem muitas intervenções sendo realizadas, até mesmo, em desconformidade com as leis e normativas vigentes.

Publicado
2020-06-25
Como Citar
RODRIGUES, Nila Maria Santos; MARIOT, Márcia Dornelles Machado; CICOLELLA, Dayane de Aguiar. 2. As nuances da violência obstétrica na assistência ao parto e nascimento. REVISTA CUIDADO EM ENFERMAGEM-CESUCA - ISSN 2447-2913, [S.l.], v. 6, n. 7, p. 15-30, jun. 2020. ISSN 2447-2913. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/revistaenfermagem/article/view/1792>. Acesso em: 11 jul. 2020. doi: https://doi.org/10.26843/rcec.v6i7.1792.