District Drivin como hipótese exploratória à internacionalização de distritos industriais: o caso Montebelluna sportsystem

  • Luiz Lentz
  • Cláudio Farias
  • Ricardo Muniz Mucillo da SILVA Mestre, Coordenador do Curso de Administração - CESUCA

Resumo

O objetivo neste artigo é compreender, de forma exploratória e a partir da revisão bibliográfica e da análise de dados secundários, a necessidade de se construir uma teoria de internacionalização voltada para os aglomerados de empresas, mais especificamente para o distrito industrial. Para tanto, consideram-se as especificidades atribuídas ao modelo de distrito industrial, tais como a cooperação entre os agentes, a solidariedade sistêmica e a presença de um forte capital social, além, ainda, da sua capacidade de inovação devido à alta especialização e tipo de organização flexível. Compreendemos através deste estudo, alguns fatores que podem apontar o surgimento de um modelo especifico: 1) grau de controle da cadeia de valor por parte das empresas do distrito; 2) dependência da estrutura tecnológica e institucional presente no distrito; 3) dependência do capital social do território; 4) formas de cooperação fora  e dentro do território; e 5) extensão da rede institucional. Entende-se que este seja um trabalho inicial e que de maneira ainda superficial aponta para algumas questões que, no futuro, podem vir a ser subsídio para um modelo teórico mais consistente, de modo a validar, ou não, a hipótese de um modelo de internacionalização específico para distritos industriais.
Publicado
2012-10-26
Como Citar
LENTZ, Luiz; FARIAS, Cláudio; DA SILVA, Ricardo Muniz Mucillo. District Drivin como hipótese exploratória à internacionalização de distritos industriais: o caso Montebelluna sportsystem. REVISTA CADEIA PRODUTIVA - ISSN 2316-6096, [S.l.], v. 1, n. 1, out. 2012. ISSN 2316-6096. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/revistaadministracaoetc/article/view/319>. Acesso em: 21 ago. 2017.
Seção
Artigos