Folder lesões por pressão – intervenção de enfermagem em estágio curricular

um relato de experiência

  • Lídia da Silva KNEVITZ Centro Universitário Cesuca
  • Gisele Cristina TERTULIANO Centro Universitário Cesuca
  • Leandra Borba GUTERES Enfermeira da Estratégia de Família, Cachoeirinha/RS

Resumo

Introdução: A prática de estágio permite que o acadêmico possa estar mais próximo da linha de frente no cuidado com os pacientes permitindo por sua vez visualizar as necessidades importantes para então aplicar seu conhecimento adquirido ao longo da graduação. Objetivo: Relatar as experiências vivenciadas na criação e implementação da intervenção de enfermagem realizada em campo de estágio curricular. Métodos: Estudo descritivo do tipo relato de experiência realizado em campo de estágio curricular I, no Centro de Saúde do Idoso do município de Cachoeirinha-RS. O Centro do idoso foi inaugurado em 2017, onde oferece um serviço para a população acima de 60 anos com determinados atendimentos agendados e alguns por livre demanda, os atendimentos oferecidos são realizados por equipes multiprofissionais com a finalidade da promoção da saúde dos idosos. O estágio curricular I ocorreu no período do mês de abril de 2020, a prática contou com a participação da enfermeira da unidade e a professora supervisora da disciplina. Resultados e discussão: O estágio curricular I, voltado para a atenção primária é uma disciplina obrigatória na grade do curso em enfermagem onde busca aperfeiçoar os conhecimentos e as habilidades dos acadêmicos em campo, realizando atendimentos e procedimentos diversos. Durante as visitas domiciliares realizados pela acadêmica foi observado que comumente se encontrada lesões por pressão nos pacientes acamados do programa PADI (Programa de Atendimento Domiciliar aos Idosos) realizado pela instituição com isso pontuou a importância de criar um folder como intervenção de enfermagem para esses pacientes, contendo nesse folder a definição da patologia, orientações de prevenção das lesões e também cuidados com as lesões pré-existentes em estágio inicial. Esse material é entregue no primeiro contato com o familiar no momento do acolhimento para a inserção do paciente no programa para entrar nas rotinas de visitas da equipe, com esse instrumento o paciente que recentemente encontra-se acamado consegue prevenir a lesão ou recuperar as lesões iniciais com um conteúdo técnico e didático fornecido ao longo do folder, além da entrega aos familiares foram distribuídos folders na unidade para acesso da população em geral. Conclusões: A experiência vivenciada pela acadêmica neste período no campo de estágio permitiu realizar uma ligação e conecção entre o conhecimento teórico instruído e a visão de relacionar na prática assistencial a real necessidade dos usuários do sistema de saúde. A rotina permitiu a acadêmica compreender a importância da observação dos achados na saúde do idoso e a necessidade de investir em prevenção e educação em saúde para a população.


Introdução: A prática de estágio permite que o acadêmico possa estar mais próximo da linha de frente no cuidado com os pacientes permitindo por sua vez visualizar as necessidades importantes para então aplicar seu conhecimento adquirido ao longo da graduação. Objetivo: Relatar as experiências vivenciadas na criação e implementação da intervenção de enfermagem realizada em campo de estágio curricular. Métodos: Estudo descritivo do tipo relato de experiência realizado em campo de estágio curricular I, no Centro de Saúde do Idoso do município de Cachoeirinha-RS. O Centro do idoso foi inaugurado em 2017, onde oferece um serviço para a população acima de 60 anos com determinados atendimentos agendados e alguns por livre demanda, os atendimentos oferecidos são realizados por equipes multiprofissionais com a finalidade da promoção da saúde dos idosos. O estágio curricular I ocorreu no período do mês de abril de 2020, a prática contou com a participação da enfermeira da unidade e a professora supervisora da disciplina. Resultados e discussão: O estágio curricular I, voltado para a atenção primária é uma disciplina obrigatória na grade do curso em enfermagem onde busca aperfeiçoar os conhecimentos e as habilidades dos acadêmicos em campo, realizando atendimentos e procedimentos diversos. Durante as visitas domiciliares realizados pela acadêmica foi observado que comumente se encontrada lesões por pressão nos pacientes acamados do programa PADI (Programa de Atendimento Domiciliar aos Idosos) realizado pela instituição com isso pontuou a importância de criar um folder como intervenção de enfermagem para esses pacientes, contendo nesse folder a definição da patologia, orientações de prevenção das lesões e também cuidados com as lesões pré-existentes em estágio inicial. Esse material é entregue no primeiro contato com o familiar no momento do acolhimento para a inserção do paciente no programa para entrar nas rotinas de visitas da equipe, com esse instrumento o paciente que recentemente encontra-se acamado consegue prevenir a lesão ou recuperar as lesões iniciais com um conteúdo técnico e didático fornecido ao longo do folder, além da entrega aos familiares foram distribuídos folders na unidade para acesso da população em geral. Conclusões: A experiência vivenciada pela acadêmica neste período no campo de estágio permitiu realizar uma ligação e conecção entre o conhecimento teórico instruído e a visão de relacionar na prática assistencial a real necessidade dos usuários do sistema de saúde. A rotina permitiu a acadêmica compreender a importância da observação dos achados na saúde do idoso e a necessidade de investir em prevenção e educação em saúde para a população.

Publicado
2021-01-12
Como Citar
KNEVITZ, Lídia da Silva; TERTULIANO, Gisele Cristina; GUTERES, Leandra Borba. Folder lesões por pressão – intervenção de enfermagem em estágio curricular. MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CESUCA - ISSN 2317-5915, [S.l.], n. 14, p. 210-211, jan. 2021. ISSN 2317-5915. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/mostrac/article/view/1872>. Acesso em: 06 mar. 2021.