As evoluções da humanidade

  • Bianca S. C. TRISCH Cesuca- Faculdade Inedi
  • Mara Eloisa TRESOLDI Cesuca- Faculdade Inedi
  • Vilma Tatsch CORRÊA Cesuca- Faculdade Inedi

Resumo

O passado e o futuro sempre estão no presente e esse artigo propõe uma revisão da literatura sobre as evoluções da humanidade através dos tempos. Toda e qualquer construção humana, vem alicerçada na história de toda humanidade, na realização de conquistas, na ampliação de técnicas e desenvolvimento de ideias. O conhecimento tornou-se independente da fé, o mundo avançou. Desta maneira o homem começou a vivenciar e experimentar o que lhe fazia bem e o que lhe era maléfico e, de certa forma, foi possível pesquisar, investigar, tornar o que era senso comum em ciência. Com a evolução da ciência e das tecnologias, o ser humano passou a compreender melhor a importância de adquirirmos bons hábitos alimentares, melhor higiene, mais qualidade nas relações entre os seres humanos e o meio ambiente para viver mais e melhor. Na antiguidade a expectativa de vida era inferior em relação aos dias de hoje, e a evolução da ciência contribuiu para o bom desenvolvimento psicossocial. Desta forma encontramos sentido na relevância da ciência para a humanidade, principalmente no que foi produzido nos últimos tempos e que transformou o mundo moderno. Se por um lado os benefícios maiores apontam para a qualidade de vida, por outro lado esse desenvolvimento pode estar acelerando a devastação do meio ambiente. Para compreender a complexidade da existência humana e de seus avanços consideramos importante o atravessamento de diferentes campos como a pedagogia, a psicologia, a história e outros na tentativa de mapear a origem do que nos deparamos na atualidade. 

Publicado
2020-01-02
Como Citar
TRISCH, Bianca S. C.; TRESOLDI, Mara Eloisa; CORRÊA, Vilma Tatsch. As evoluções da humanidade. MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CESUCA - ISSN 2317-5915, [S.l.], n. 13, p. 550, jan. 2020. ISSN 2317-5915. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/mostrac/article/view/1778>. Acesso em: 04 ago. 2020.