Psicologia e direito

uma relação interdisciplinar sob a visão sistêmica

  • Lucielen Goulart da SILVA Cesuca- Faculdade Inedi
  • Patrícia SCHEEREN Cesuca- Faculdade Inedi
  • Daniela Pereira RIBEIRO Cesuca- Faculdade Inedi

Resumo

Os conflitos familiares estão presentes no trabalho do Psicólogo e do Advogado. Quando não resolvidos assertivamente, os conflitos afetam significativamente o sistema familiar, que é a base estrutural do indivíduo.  Nesse contexto, a psicologia auxilia na identificação das disfuncionalidades presentes no sistema e nas demandas emocionais envolvidas. Já o direito de família, visa garantir o segmento das normas estipuladas pela sociedade, bem como assegurar o bem-estar familiar. Nesse cenário, o trabalho interdisciplinar se faz importante para o melhor encaminhamento dos conflitos familiares. Sendo assim, este estudo de caso visa compreender a importância da prática interdisciplinar da Psicologia com o Direito, dentro do contexto familiar, sob a perspectiva da abordagem sistêmica. Para isso, relatar-se-á algumas demandas dos atendimentos interdisciplinares, realizados dentro do SAJUG - Serviço de Atendimento Jurídico Gratuito, de uma instituição de ensino superior localizado na região metropolitana de Porto Alegre. Também objetiva discutir os conceitos de Psicologia Jurídica e abordagem sistêmica e desmistificar os aspectos negativos da relação entre Psicologia e Direito. Esse projeto configurou-se como um estudo de caso, do tipo exploratório-descritivo de abordagem qualitativa. Entende-se com esse estudo a importância do olhar e da escuta psicológica dentro do âmbito jurídico no assessoramento e manejo das demandas familiares.  

Publicado
2020-01-02
Como Citar
SILVA, Lucielen Goulart da; SCHEEREN, Patrícia; RIBEIRO, Daniela Pereira. Psicologia e direito. MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CESUCA - ISSN 2317-5915, [S.l.], n. 13, p. 667-676, jan. 2020. ISSN 2317-5915. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/mostrac/article/view/1757>. Acesso em: 10 ago. 2020.