O papel do psicólogo escolar na resolução de conflitos grupais

  • Brenda MOURA Cesuca- Faculdade Inedi
  • Luísa FIALHO Cesuca- Faculdade Inedi
  • Tatiana SILVA Cesuca- Faculdade Inedi
  • Virginia CAMACHO Cesuca- Faculdade Inedi
  • Marcia FRANCO Cesuca- Faculdade Inedi
  • Bruna Larissa SEIBEL Cesuca- Faculdade Inedi

Resumo

O presente trabalho foi realizado como parte prática da disciplina de Psicologia Escolar, evidenciando a aplicabilidade dos conhecimentos que tornam esse campo de atuação profissional de grande importância no contexto escolar e social. Conforme o Conselho Federal de Psicologia, o psicólogo escolar trabalha objetivando a prevenção de problemas comportamentais ou mentais e também direciona suas competências de modo a impedir ou minimizar prejuízos aos indivíduos, atuando nas instituições e desenvolvendo espaços de promoção de saúde e bem-estar para a comunidade escolar em geral: alunos, professores, funcionários e pais. As crianças que compõem a comunidade escolar possuem formas específicas de comportamentos, ações e sentimentos, que podem ser compreendidas a partir da interação estabelecida entre eles e também com os adultos. A relação instituída será influenciada conforme sua inserção na cultura, considerando-se de grande relevância a comunidade na qual a escola está localizada e o zoneamento em que as crianças residem. A partir de um trabalho de observação e de análise da demanda, foram realizadas intervenções junto à turma de uma escola localizada em um município da região metropolitana de Porto Alegre-RS, contemplada pelo atendimento no Núcleo Comunitário do Serviço Escola de Psicologia do CESUCA. A intervenção teve o objetivo de identificar e potencializar as habilidades sociais e individuais de uma turma de quarto ano do ensino fundamental da rede pública, visando a criação da identidade grupal, uma vez que havia dificuldade na resolução de conflitos entre os pares. Participaram vinte e quatro alunos, de ambos os sexos e em idades que variavam entre 09 e 10 anos. Foram realizados seis encontros, nos quais foram trabalhadas temáticas relativas ao desenvolvimento e o estabelecimento de vínculos afetivos a fim de contribuir para a melhora na capacidade de trabalhar em grupo. Percebeu-se que, ao compreenderem a importância da interação grupal na turma, os alunos demonstraram grande satisfação com a conclusão de tarefas que requisitavam a contribuição de todos os integrantes do grupo. 

Publicado
2020-01-02
Como Citar
MOURA, Brenda et al. O papel do psicólogo escolar na resolução de conflitos grupais. MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CESUCA - ISSN 2317-5915, [S.l.], n. 13, p. 637, jan. 2020. ISSN 2317-5915. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/mostrac/article/view/1751>. Acesso em: 24 maio 2020.