A repercussão do trauma de abuso sexual infantil na adultez intermediária

estudo de caso

  • Marilisa NETO E SILVA
  • Silvana Cristina BORN Centro de Atenção Psicossocial de Cachoeirinha - CAPS II
  • Daniela Pereira RIBEIRO Cesuca- Faculdade Inedi

Resumo

Este estudo de caso pretende apontar a influência da violência sexual vivenciada na infância sobre a saúde mental na fase adulta, mais precisamente sobre a fase chamada por muitos teóricos do ciclo vital como Adultez intermediária. O caso em questão é o de uma paciente não identificada que recebeu acompanhamento psicológico da pesquisadora em um serviço público de saúde mental. Esta paciente possui histórico de abuso sexual durante a vida, apresentava indícios de trauma e no momento presente está vivendo a fase da adultez intermediária. O objetivo geral deste trabalho consiste em descrever o caso a ser utilizado neste estudo, aplicando-o como base de  análise para tentar esclarecer os efeitos devastadores do abuso sexual precoce nesta fase do desenvolvimento psicossocial humano. Os objetivos específicos consistem em esclarecer o conceito de trauma e sua relação direta com o abuso; estabelecer algumas comparações entre o que foi vivido na prática e os apontamentos da literatura; revisar conceitos correlacionados e, por fim, identificar estratégias que funcionam no processo psicoterapêutico deste perfil de demanda. Para compreender os fenômenos vivenciados com a paciente, utiliza-se como alicerce os conceitos de trauma, de psicoterapia – mais precisamente a psicoterapia orientada nos princípios da Teoria Cognitivo-Comportamental e avaliação psicológica. O método deste estudo é de caráter clínico-qualitativo, que enfoca nos sentimentos e comportamentos apresentados pelo paciente dentro do setting terapêutico. Os dados foram levantados a partir dos registros oficiais dos atendimentos clínicos. Também se documentou neste estudo o desenvolvimento de uma parte do processo de psicoterapia cognitivo-comportamental com a paciente até o final da fase intermediária e quais foram os recursos utilizados para auxiliá-la neste contexto que se mostraram eficazes: a Escuta Empática, a Descoberta Guiada, os Treinos de Comunicação e Habilidades Sociais. Espera-se que este estudo abra precedentes para pesquisas futuras acerca do emprego de determinadas técnicas cognitivo-comportamentais como meios eficientes de auxílio no trato dos danos do trauma psicológico do abuso sexual sobre a cognição.

Publicado
2018-12-17
Como Citar
NETO E SILVA, Marilisa; BORN, Silvana Cristina; RIBEIRO, Daniela Pereira. A repercussão do trauma de abuso sexual infantil na adultez intermediária. MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CESUCA - ISSN 2317-5915, [S.l.], n. 12, p. 244-256, dez. 2018. ISSN 2317-5915. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/mostrac/article/view/1569>. Acesso em: 19 jan. 2019.