A Leucemia linfoide aguda e sua incidência

  • Larissa Negri da SILVA
  • Flávia Roberta BRUST
  • Jerri Estevan VACARO

Resumo

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, cerca de 12 mil crianças/adolescentes são diagnosticadas com câncer anualmente no Brasil tornando esta patologia a primeira causa de morte por doença nesta população. A incidência da Leucemia Linfoide Aguda (LLA) é de, aproximadamente, 2 a 4 a cada 100.000 crianças abaixo dos 15 anos, o que corresponde a cerca de 25% de todos os cânceres em crianças e 72% dos casos de leucemia. Curiosamente, no Brasil, a incidência de LLA em áreas indígenas é maior. Esta neoplasia maligna é causada por uma disfunção na produção de glóbulos brancos pela medula óssea caracterizada pela proliferação descontrolada de células imaturas da linhagem linfoide. As células resultantes deste processo, consequentemente, possuem alterações morfológicas e funcionais. A etiologia da LLA permanece desconhecida, porém alguns fatores como irradiação, exposição a drogas antineoplásicas, exposição a alguns vírus, fatores genéticos e imunológicos parecem estar relacionados. O diagnóstico precoce desta patologia aumenta a porcentagem de cura, por isso é fundamental o conhecimento prévio da doença e de seus sintomas. A taxa geral de cura varia de 85% a 90% em crianças e de 40% a 50% em adultos. Este estudo tem como objetivo mostrar os fatores de risco envolvidos no desenvolvimento da LLA, tal como faixa etária, sexo e outras categorias atingidas pela patologia aqui descrita. A pesquisa está sendo realizada em bancos de dados e artigos científicos nacionais e internacionais disponíveis online. O tema foi escolhido devido à importância do assunto, por ser algo relativamente presente e muito específico e pelo desenvolvimento constante de novas opções de tratamento.

Publicado
2018-12-17
Como Citar
SILVA, Larissa Negri da; BRUST, Flávia Roberta; VACARO, Jerri Estevan. A Leucemia linfoide aguda e sua incidência. MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CESUCA - ISSN 2317-5915, [S.l.], n. 12, p. 70, dez. 2018. ISSN 2317-5915. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/mostrac/article/view/1555>. Acesso em: 24 mar. 2019.