Como elaborar um cardápio de baixo custo para um paciente com diabetes mellitus tipo 2

  • Ariane Linck SANTANA Cesuca
  • Vitoria Pinto VIGOLO Cesuca
  • Priscila CONSUL Hospital Moinhos de Vento
  • Jerri Estevan VACARO CESUCA

Resumo

Introdução: A terapia nutricional é parte fundamental do cuidado do paciente com Diabetes Mellitus tipo 2.  Apesar da adesão do plano alimentar ser um dos principais aspectos de maior desafio do tratamento, a terapia nutricional é um componente essencial para seu sucesso. A automonitorização nutricional requer uma abordagem individualizada apropriada ao estilo de vida pessoal e aos objetivos em relação ao controle da doença, levando em consideração os aspectos financeiros, culturais e éticos. Objetivo: O objetivo do trabalho é orientar o paciente diabético tipo 2 quando ao consumo adequado da alimentação preferencial para a sua patologia de base e de baixo custo servindo como ferramenta de definir com maior precisão qual a necessidade de insulina rápida ou ultrarrápida que o paciente deve aplicar. Metodologia: Revisão bibliográfica com base em dados disponíveis na Scielo e Biblioteca virtual de saúde. Resultados e conclusões: Mesmo no paciente que requer uma dieta especial em virtude de sua patologia de base é possível elaborar um cardápio levando em conta o baixo poder aquisitivo do paciente. No caso do paciente com diabetes tipo 2 opta-se por frutas da estação, comida preparada com alimentos saudáveis de baixo custo e a carne na sua forma acessível. 

Publicado
2018-12-17
Como Citar
SANTANA, Ariane Linck et al. Como elaborar um cardápio de baixo custo para um paciente com diabetes mellitus tipo 2. MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CESUCA - ISSN 2317-5915, [S.l.], n. 12, p. 140, dez. 2018. ISSN 2317-5915. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/mostrac/article/view/1480>. Acesso em: 16 set. 2019.