Uso do Nintendo Wii como instrumento de reabilitação de pacientes neurológicos

uma revisão bibliográfica

  • William Felipe DARIZ Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
  • Júlia Miranda HILLMAN Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
  • Bethânia Susin da SILVA Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
  • Rodrigo Costa SCHUSTER UFRGS
  • Gisele Oltramari MENEGHINI Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
  • Sandra Magali HEBERLE

Resumo

Os pacientes neurológicos podem apresentar incapacidades sob o ponto de vista funcional, prejudicando de maneira significativa sua qualidade de vida além da sua dinâmica sócio-econômica. As características clínicas das doenças do sistema nervoso são determinadas pelos locais da lesão e sua extensão. Vários dispositivos de assistência especializada por meio de tecnologias inovadoras têm sido propostos para satisfazer as necessidades das pessoas com deficiência. O Nintendo Wii possui softwares aplicados que simulam gestual motor muito similar aos movimentos dos mais variados esportes (Wii Sports), exercícios físicos (Wii Fit) e/ou atividades da vida diária. Analisaram-se os benefícios encontrados na literatura com utilização do Nintendo Wii na reabilitação de pacientes neurológicos. O método realizado foi de revisão bibliográfica, através de pesquisa das palavras chave: “jogos de vídeo”, “fisioterapia” e “neurologia”. As bases de dados utilizadas foram SciELO e BVS, bancos de teses e dissertações. Verificou-se que a utilização do Nintendo Wii na reabilitação neurológica apresenta uma aparente eficácia, no entanto destacamos a importância de novos estudos neste âmbito, por ser uma área de pesquisa relativamente nova, na qual a consistência das evidências ainda são fracas, pois alguns estudos apresentam baixo teor científico com amostragem pequenas.

Publicado
2018-12-17
Como Citar
DARIZ, William Felipe et al. Uso do Nintendo Wii como instrumento de reabilitação de pacientes neurológicos. MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CESUCA - ISSN 2317-5915, [S.l.], n. 12, p. 192-205, dez. 2018. ISSN 2317-5915. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/mostrac/article/view/1456>. Acesso em: 22 jul. 2019.