Análise de concentração de dióxido de nitrogênio (NO2) indoor em ônibus municipais de Caxias do Sul

  • Débora Inês CORSO Centro Universitário da Serra Gaúcha
  • Nelson Azevedo BARROS Universidade Fernando Pessoa
  • Michele Gomes da ROSA PUCRS
  • Sandra Magali HEBERLE

Resumo

O dióxido de nitrogênio é um gás agressivo ao trato respiratório e sua presença no ambiente, em altas concentrações, está relacionada a casos de infecções respiratórias; além disso, pode ser transformado nos pulmões em nitrosaminas, sendo algumas destas conhecidas como potencialmente carcinogênicas. Objetivo: Quantificar a concentração de dióxido de nitrogênio (NO2) indoor em ônibus municipais, comparando com a concentração encontrada no escritório da empresa. Métodos: Estudo prospectivo, do tipo observacional, transversal, composto por 30 motoristas de ônibus e 29 trabalhadores do setor administrativo de uma empresa de transporte municipal de Caxias do Sul/RS. Todos os indivíduos participantes foram submetidos a uma análise de concentração de dióxido de nitrogênio, onde foram verificados os valores de concentração encontrados durante a jornada de trabalho, utilizando-se o método de difusão passiva, por meio de amostradores passivos. Resultados: Participaram 59 indivíduos, 30 motoristas (50,8%) e administrativo 29 (49,2%), com média de idades no grupo administrativo de 33,25 (+/- 9,876), e nos motoristas, de 46,07 (+/-8,3). Conclusões: Foi encontrado maior concentração de NO2 no ar inalado pelos motoristas (p<0,001).  De acordo com várias pesquisas, o dióxido de nitrogênio (NO2) tem relação direta com doenças respiratórias, por isso, o interesse no tema. Sugere-se que novos estudos sejam desenvolvidos para comprovar a influência que os poluentes atmosféricos de origem automotivas, possam gerar doenças respiratórias e carcinogêneas.

Publicado
2018-12-17
Como Citar
CORSO, Débora Inês et al. Análise de concentração de dióxido de nitrogênio (NO2) indoor em ônibus municipais de Caxias do Sul. MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CESUCA - ISSN 2317-5915, [S.l.], n. 12, p. 183-191, dez. 2018. ISSN 2317-5915. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/mostrac/article/view/1446>. Acesso em: 23 maio 2019.