PSICODIAGNÓSTICO INFANTIL: UM ESTUDO DE CASO

  • Daiane Rocha OLIVEIRA CESUCA - Faculdade Inedi
  • Daniela Pereira RIBEIRO

Resumo

O presente artigo tem por objetivo apresentar e descrever os resultados de estudo de caso realizado a partir de um psicodiagnóstico clínico infantil, em contexto de uma clínica-escola, localizada em uma instituição de Ensino Superior da região metropolitana de Porto Alegre – RS. Para alcance dos objetivos, foram realizadas 10 sessões, sendo a primeira e a última, respectivamente, apenas com a responsável pela criança, a fim de uma anamnese e uma devolução quanto aos resultados obtidos no processo. Como instrumentos, foram utilizados: a Escala do TDAH, a Escala Wechsler (WISC-IV), a Escala do Stress Infantil (ESI), o Wisconsin e o HTP, além da anamnese realizada com a mãe, observações e uma entrevista com a atual professora. Ao longo das sessões, através de observações comportamentais da criança e do conhecimento prévio sobre a perspectiva da mãe e da professora, foi possível construir um entendimento fundamentado junto aos testes aplicados, compreendendo o quanto o comportamento atual da criança vem prejudicando em seu desenvolvimento esperado, principalmente em relação ao contexto escolar e de aprendizagem. Os resultados alcançados sugeriram uma hipótese diagnóstica de Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade – Tipo Combinado, concomitante ao Transtorno Específico da Aprendizagem. Concluiu-se que o processo psicodiagnóstico é de extrema importância, visto a possibilidade que este indivíduo tem de melhora a partir da compreensão frente ao problema que lhe causa prejuízo. Além disso, foi de extrema valia quanto ao enriquecimento profissional da estagiária quanto à prática, visto a possibilidade de poder desempenhar o processo de forma supervisionada. Após o término das sessões, como devolução e encaminhamento foi feito o esclarecimento quanto as possíveis intervenções necessárias, sendo estas: a psicoterapia individual, o reforço escolar e o reforço comportamental dos pais e responsáveis. Palavras-chave: Psicodiagnóstico infantil, Clínica-escola, Estudo de caso.
Publicado
2016-12-19
Como Citar
OLIVEIRA, Daiane Rocha; RIBEIRO, Daniela Pereira. PSICODIAGNÓSTICO INFANTIL: UM ESTUDO DE CASO. MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CESUCA - 2317-5915, [S.l.], n. 10, p. 272-283, dez. 2016. ISSN 2317-5915. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/mostrac/article/view/1192>. Acesso em: 23 ago. 2017.

Palavras-chave

Psicodiagnóstico infantil; Clínica-escola; Estudo de caso