2. O ESTRANGEIRO E A RETÓRICA JURÍDICA

  • Ney WIEDEMANN NETO FACULDADE INEDI - CESUCA
  • Paulo Alex da Silva SOUZA Universidade do Rio Grande - FURG

Resumo

O texto examina o livro “O Estrangeiro”, de Albert Camus, e a sua atualidade, em uma aproximação entre o Direito e a Literatura, com foco na questão da retórica jurídica.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##
Desembargador no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Mestre em Poder Judiciário pela FGV DIREITO RIO. Professor no curso de direito da Faculdade Inedi Cesuca.
##submission.authorWithAffiliation##
Analista Judiciário no Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul. Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pelotas e Bacharel em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Mestre em História da Literatura pela Universidade do Rio Grande – FURG.

Referências

AZEVEDO, Plauto Faraco de. Aplicação do Direito e contexto social. 2ª. ed. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2000.
BENETI, Sidnei Agostinho. Da conduta do juiz. 3ª. ed. São Paulo: Saraiva, 2003.
CAMUS, Albert. O Homem Revoltado. Lisboa: Edição Livros Brasileiros, 1951.
____________. A peste. Rio de Janeiro: Record, 2005.
____________. Actuais. Trad. J. C. González e J. Serrano. Lisboa: Livros do Brasil, s/d.
____________. Bodas em Tipasa. Trad. Sérgio Milliet. Algés:DIFEL, 1964.
____________. Cartas a um amigo alemão. Trad. J. C. González e J. Serrano. Lisboa: Livros do Brasil, s/d.
____________. O Avesso e o Direito. Trad. Valerie Rumjanek. 4.ª ed. Rio de Janeiro: Record, 1999.
____________. O Estrangeiro. Prefácio de Manuel da Costa Pinto. Tradução de Valerie Rumjaneck. 6ª. ed. Rio de Janeiro: BestBolso, 2015.
____________. O Estrangeiro. Trad. Valerie Rumjanek. Rio de Janeiro: Record, 1999.
____________. O mito de sísifo. 2ª. ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 1989.
CARROLL, David. Albert Camus the Algerian: Colonialism, Terrorism, Justice. Columbia University Press. p. 27. Disponível em https://en.wikipedia.org/wiki/The_Stranger_(novel). Acesso em 03.12.2015.
CUNHA, Marcelo Garcia da. Argumentação processual: como articular estrategicamente a palavra em juízo. Porto Alegre: Núria Fabris Editora, 2010.
DERRIDA, Jacques. Força de Lei: o fundamento místico da autoridade. Trad. Leyla Perrone-moisés. 2.ª ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2010.
MONTEIRO, Cláudia Servilha. Teoria da Argumentação Jurídica e Nova Retórica. 3ª. ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2006.
PALADINO, Valquíria da Cunha (org.); DOUGLAS, William (org.). Princípios básicos da argumentação jurídica. Niteroi, RJ: Impetus, 2006.
PORTANOVA, Rui. Motivações ideológicas da sentença. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 1992.
WARAT, Luis Alberto. O direito e sua linguagem. Porto Alegre: Fabris, 1984.
Publicado
2016-01-31
Como Citar
WIEDEMANN NETO, Ney; DA SILVA SOUZA, Paulo Alex. 2. O ESTRANGEIRO E A RETÓRICA JURÍDICA. REVISTA DIÁLOGOS DO DIREITO - ISSN 2316-2112, [S.l.], v. 5, n. 9, p. 24-39, jan. 2016. ISSN 2316-2112. Disponível em: <http://ojs.cesuca.edu.br/index.php/dialogosdodireito/article/view/1050>. Acesso em: 12 dez. 2017. doi: https://doi.org/10.17793/rdd.v5i9.1050.

Palavras-chave

O Estrangeiro; Albert Camus; Direito; Literatura.